Publicado por: Felipe Francisco | maio 24, 2008

Grand Theft Auto 4! (IV)

Você prefere ler toda a análise ou quer logo uma resposta curta e grossa para a pergunta feita em nosso subtítulo? “Será que esse jogo é tão incrível quanto se esperava?”, bem sendo em curto e grosso para quem está se perguntando isso enquanto lê o que estou escrevendo: SIM! O JOGO É REALMENTE INCRÍVEL!

Tendo dito isso, vamos falar de GTA IV. De antemão, saiba que é muito complicado analisar um jogo como esses, pelo simples fato do mesmo conter uma absurda quantidade de coisas para ver e fazer! Sem deixar de mencionar os gráficos, as novidades, o multiplayer e o realismo que esse jogo trás. Sim, está certo que diversos outros games têm lá suas pitadas de realismo para impressionar os jogadores, mas com toda a certeza, NADA até hoje chegou aos pés do que o novo game da série GTA IV tem para mostrar!

O jogo mantém seu foco bem mais na jogabilidade do que em qualquer outro aspecto, como armas ou veículos. Dependendo de quão fã da série você seja, talvez seja uma surpresa saber que GTA IV tem bem menos veículos e armas que GTA: San Andreas tinha. Outro fator que você deve se acostumar antes de jogar é que se você não encontraria certo item na cidade de Nova Iorque, com certeza você também não encontrará em Liberty City, o que já corta os caças, hovercrafts, karts e jetpacks vistos em outras versões do jogo. Assim, também não vá esperando encontrar lança-chamas ou chainsaws na loja de armas da esquina!

Daí você deve estar se perguntando se o que foi mencionado acima é suficiente para tornar esse o melhor game da série GTA. É SIM! Tudo está simplesmente realístico, o jogo realmente parece ser um mundo com vida própria, praticamente tudo é acreditável e possível de acontecer no mundo real. A atmosfera envolvente desse jogo e os infinitos detalhes são dignos de grandes games e tamanha quantidade de detalhes está presente em praticamente cada canto de Liberty City. Detalhes estão presentes até mesmo no roteiro do jogo. Você jogará com um imigrante russo chamado Niko, que é recebido por seu primo Romam, onde você buscará nada menos que o velho sonho americano. Niko não chega a ser muito diferente dos demais protagonistas que a série já teve, ou seja, ele é mais um desses psicopatas com um coração de ouro (tudo dependendo de como você vai agir com ele). O bacana é que personagens como ele ou o hilariante Bruce fazem com que GTA IV tenha ainda mais vida, fazendo com que você seja esteja envolvido com o roteiro, sem perder o que o jogo tem de mais interessante, a jogabilidade open-world (algo como mundo aberto, onde você pode ir e vir para qualquer canto do jogo, sem problemas).

Durante o jogo, você utilizará (e muito) do celular que Niko tem, pois essa será sua principal forma de contato com todo o universo de pessoas que te conseguirão trabalho. Constantemente você receberá ligações que o informarão quais os serviços disponíveis para Niko, que você poderá aceitar bastando ir até o local marcado no mapa. Claro que você não precisará atender todas as ligações. Há missões que basta simplesmente não atender ao telefone para passar adiante. São através de serviços como esses que você encontrará as principais missões de GTA IV. Você começará com coisas mais simples como roubar carros ou intimidar pessoas, mas com o tempo, logo você estará envolvido com atividades multitarefa digna de grandes blockbusters do cinema! Não vou entrar em maiores detalhes das missões (apesar de que meu dedo esteja coçando para contar pelo menos umas duas) para evitar spoilers que possam estragar a surpresa que o ótimo roteiro desse jogo tem, e tenho certeza que você vai gostar ainda mais de ver e jogar pessoalmente tais momentos do que ver alguém contando eles para você.
Agora vamos deixar roteiro de lado e vamos para o que realmente interessa, o que dá nome ao jogo, vamos falar de roubo de carros! De antemão, saiba que os carros que estão estacionados por toda a cidade não abriram suas portas para você, como visto nos games anteriores da série, pois eles estarão trancados! Assim, você terá que quebrar o vidro do mesmo, seja com o cotovelo, socos ou pontapés, antes de sair dirigindo o mesmo por aí. Ao dirigir, você realmente vai gostar do que vai ver! Os gráficos, física e animações estão muito mais incríveis que antes! O realismo do jogo é impecável, seja em momentos onde Niko dá voltas por aí ou quando você abusa do carro, fazendo curvas tão fechadas que fazem o pneu cantar e soltar fumaça, deixando marcas no chão. Se você acertar outro carro então, você realmente sentirá o impacto na medida em que o vidro quebra, os painéis se destroem ou quando simplesmente os ocupantes de ambos os carros saírem voando violentamente pelo pára-brisa!

E a não ser que você seja um jogador bastante exótico, logo você estará metido em uma perseguição policial. Fique feliz em saber que dessa vez a polícia não é onipotente e onipresente como a polícia de games anteriores da série, que simplesmente teleportavam. Dessa vez, primeiro você ouvirá a polícia comentando o crime que você cometeu (basta apenas dar um tiro para cima para ouvir comentários no rádio como, “respondendo a disparos dado na rua X”). Quando você é procurado pela polícia, você poderá ver policiais marcados em seu radar assim como na área em que eles estão te caçando. E enquanto escapar da procura deles em outros games era algo bem mecânico, do tipo correr, passar por alguns pontos onde eles sempre se davam mal e pintar o carro, agora tudo é mais lógico, realista (como praticamente tudo no jogo, é claro…) e divertido. Em GTA IV você tem que sair da vista da polícia, do último local onde você foi avistado e do veículo! Se a polícia te encontrar na área de busca eles irão redobrar a segurança em sua nova localização e se você for visto pegando outro carro, a descrição do modelo e cor é imediatamente passada pelo rádio!

Com esse sistema, as perseguições policiais tornam-se mais interessantes e cinemáticas. GTA IV faz com que tais perseguições sejam cada vez mais emocionantes, como por exemplo, se você estiver bem à frente da polícia e entrar em um beco antes que os policiais virem a esquina, eles passarão a toda velocidade pelo beco permitindo que você escape. Mas não vá pensando que você estará livre de qualquer ameaça! Você terá que agir à surdina após isso naquela área e sair do beco para conseguir outro carro é sempre um desafio, pois a polícia estará determinada e te encontrar naquela área. Um dos momentos que pude testemunhar envolveu uma fuga pelas cercas dos vizinhos, com policiais me seguindo a pé, até que cheguei às ruas e apontei minha arma para um motorista. Assim como aconteceria na vida real, uma vez que não disparei no motorista, ele saiu do carro com as mãos para cima (que por sinal é a forma mais segura de roubar um carro no jogo) permitindo que eu fosse embora com o carro dele. A polícia? Bem, eles pararam o primeiro carro que passou em seguida, se identificando como policiais, pegando o veículo emprestado para continuar na minha cola, pode?

E quando você não estiver dirigindo ou correndo da polícia, provavelmente você estará atirando. E o sistema de tiro do jogo não fica para trás, lembrando jogos como Gears of War e Uncharted, onde você poderá usar cobertura para evitar disparos inimigos ou para dar tiros às cegas. Entretanto, diferentes de outros games shooters mais convencionais, GTA IV permite que você mire em partes do corpo do seu alvo, depois que você trava a mira nele. Acertando uma perna ou braço de uma pessoa, você verá pular em um pé só ou cair por causa do pé atingido, reagindo de forma semelhante se ela tiver o braço atingindo.

No desenrolar do jogo você se encontrará nos mais diversos cenários de tiroteio. Algumas vezes em tiroteios urbanos usando carros parados como cobertura para se proteger da SWAT ou de gangues, em outras em movimento, colocando a Uzi ou pistola para fora da janela do carro para descarregar as armas contra seus adversários (graças à nova mira em 360 graus enquanto dirige), ou quem sabe até utilizando snipers no telado de algum prédio ou construção para abater inimigos na rua! Várias são as possibilidades de confrontos armados que você poderá encontrar em Grand Theft Auto IV contra os mais inusitados adversários.

E se algo mais único acontecer, você sempre poderá registrar o ocorrido com a câmera do seu celular! Cada experiência poderá ser única e imprevisível! Resultados de batidas, seja de carro ou no helicóptero que Brucie conseguirá (é uma cidade baseada em Nova Iorque, então cuidado para não bater nos prédios!). Claro que essa carona de helicóptero também poderá servir para observar os mais diversos pontos da cidade e seus magníficos gráficos! A cidade por sua ver é realmente enorme e nada melhor que uma sobrevoada nela para ter uma noção de sua magnitude. Há até uma réplica da Estátua da Liberdade, no jogo batizada de “Estátua da Felicidade”.

Já que foram citados os gráficos, tenha certeza de uma coisa: Você pode até ter visto imagens e vídeos (como os que estamos disponibilizando nessa matéria), porém nada se compara ao que você só poderá ver jogando! Há diversos momentos onde você poderá ver os incríveis visuais ao passear pela cidade no volante. Da mesma forma são inúmeros detalhes, como a vasta quantidade de pedestres, cada um com seus afazeres, seja bebendo um café, atendendo seu telefone, colocando suas compras no carro, enfim, a Rockstar teve o trabalho de colocar os mais diversos detalhes nas pessoas, fazendo GTA IV fica ainda mais enorme (se é que isso é possível!).

Falhas, claro que existem (o jogo não é perfeito). Um exemplo é o fato das pessoas que estão pela cidade. Se você perseguir alguma delas, elas até levam um bom tempo andando pela cidade, mas depois de (uns bons) minutos, você perceberá que ela muda o curso do caminho e continua fazendo a mesma coisa, mostrando uma limitação da I.A.. Claro que não são todos os cidadãos que fazem isso é também vamos dar uma colher de chá para a Rockstar, pois eles fizeram o possível para deixar a cidade o mais completa possível. Outro pequeno deslize é o fato do analógico não ser o suficiente para correr, já que você tem que pressionar o botão de correr, que ficou meio sem sentido já que em diversos jogos a pressão colocada nos analógicos é suficiente para determinar se o personagem deve andar. Por último os capacetes de motocicletas. Quando você pega uma motocicleta, Niko coloca o capacete sai explorando a cidade, porém quando você sai da moto e retorna para ela, Niko já coloca um diferente capacete. São falhas, mas não são suficientes para tirar o brilho que o jogo tem, principalmente pelo fato desses pequenos detalhes não influenciarem em nada no desenrolar da jogabilidade.

E quando você pensar que (depois de muita exploração) o jogo não tem mais o que oferecer, não esqueça que ainda há um modo multiplayer. Um não, vários! Para começar, saiba que há um Free Mode (onde você é livre para customizar as regras de seu multiplayer!). Nesse modo tudo vai de encontro à criatividade da pessoa que criar a sala! Um exemplo? Que tal colocar 16 pessoas num pequeno espaço repleto de armas e quem sobreviver primeiro vence? Além desse, há outros modos mais tradicionais como Deathmatch, Team Deathmatch e um que lembra uma corrida (não menosprezando o mesmo, pois é bem divertido). Já Mafiya Work, Car Jack e Turf War são modos para times, onde você e sua equipe deverão cumprir objetivos pela cidade, enfrentando outra equipe, sejam em helicópteros, carros com GPS e metralhadoras nas portas e muito mais! (lembra Battlefield não?). Acha que é só isso? O jogo ainda conta com GTA Race, onde você usará de armas e artimanhas para vencer seus adversários como num verdadeiro Twisted Metal, Cops ‘n Crooks, um jogo de times onde o time que for a gangue terá que levar seu chefe até o local marcado antes que os policiais (a outra equipe) os pegue, e as partidas cooperativas, divididas em três missões que permitem customização de personagens para momentos de ação, tiroteios e perseguições para até quatro pessoas (todos os outros modos permitem até 16!). Todas as missões cooperativas são muito divertidas e espera-seque a Rockstar prepare novidades a serem lançadas como conteúdo para download.

E isso resume Grand Theft Auto IV! Sim, digo resume, pois as possibilidades na gigantesca Liberty City são quase ilimitadas assim como o replay desse fantástico game! GTA IV tem os personagens mais humanos, os melhores visuais e as físicas mais realistas jamais mostradas em um game do gênero, merecendo um lugar na coleção de qualquer jogador que leve bons games a sério! São centenas de horas de jogo para os mais perfeccionistas, muito multiplayer e muitos segredos espalhados por todo o jogo que demonstram o maravilhoso investimento que é adquirir essa obra de arte!

Quer um desafio? Jogue GTA IV seriamente, sem sair destruindo a cidade, simulando a vida de uma pessoa de verdade e surpreenda-se com a experiência perfeita que você terá com esse game! Vai demorar muito para outro game chegar a ser tão bom quanto esse.


Plataforma: Playstation 3

Data de lançamento: 29/04/2008
Distribuído por: Rockstar Games
Desenvolvido por: Rockstar North
Gênero: Ação /Aventura
ESRB Rating (censura): Mature (acima dos 17 anos)
Nota: 10,0/10,0


Responses

  1. dam


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: