Publicado por: Felipe Francisco | maio 18, 2008

Metal Gear Solid 4 – Novas impressões

Julho não está muito longe de nós e esse será um mês bastante importante para os proprietários de um Playstation 3! E se você ainda não é dono de um, certamente pensará na hipótese de adquirir um. Isso se deve ao fato que, em 12 de julho de 2008, teremos o lançamento de Metal Gear Solid 4! Além de finalmente ser revelada a data oficial do game, Hideo Kojima e a Konami fizeram muito mais do que isso: Eles revelaram todo o jogo!

Explico. A Konami convidou jornalistas de vários cantos do mundo para seus estúdios no Japão, para testar e debulhar o jogo! Nessa oportunidade, tais jornalistas tiveram o prazer de passar dias jogando Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots de cabo a rabo! Isso sem falar nas diversas conversas que eles puderam ter com ninguém menos que o próprio Hideo Kojima! Essa experiência resultou em diversas novas informações sobre a possível versão final do jogo (digo possível, graças à possibilidade que a Konami terá de fazer pequenas modificações final, baseadas no apoio, críticas e sugestões que tais jornalistas deram ao terminar o jogo… Sim! Eles jogaram até o FIM DO JOGO!) que você poderá conferir logo abaixo!

O jogo mostrou-se uma mistura de diversos elementos conhecidos com novidades que muitos fãs jamais iriam imaginar, mas todas num bom sentido! Para começar, nesse, que supostamente é o último capítulo da série, Solid Snake não está em uma de suas famosas missões solo para deter uma ameaça governamental. Snake estará no Oriente Médio em busca de Liquid Ocelot (Quem? Bem, ele é o já conhecido Revolver Ocelot com o braço e personalidade de Liquid Snake! Em minha sincera opinião, do Revolver Ocelot só restou a fisionomia externa mesmo!), contando com a ajuda de diversas outras pessoas e organizações. O jogo é dividido em diversos atos, sendo que Snake chega à cidade onde a guerra está acontecendo (no primeiro ato, em uma aparência bem mais velha do que sua idade natural) juntamente com um grupo da milícia local, onde você terá a opção de lutar sozinho ou ao lado deles contra os habilidosos PMC (Private Military Contractor, algo como Militares Particulares Contratados) que se encontram pelas ruas.

Daí, desde que você não interfira muito nos planos da milícia local (e nem acerte muito fogo amigo neles), eles ficarão fora do seu caminho. Entretanto, não vá esperando que eles sobrevivam por muito tempo para auxiliar você, principalmente nesse ato inicial, principalmente se levarmos em consideração o caos ao redor e a pouca munição, tornando seu estilo “stealth” (do inglês livre, ação secreta, o que é feito às escondidas) algo extremamente necessário! Traduzindo, os primeiros minutos de jogo não devem ser encarados com tiroteios de frente! Ao invés disso, seja um verdadeiro Solid Snake dos bons tempos, agindo pela surdina, se rastejando pelos cantos, até chegar a um local bem mais seguro (ou menos arriscado, até passar dos guardas inimigos).

Nesse momento, será possível perceber diversas mudanças e o como a Kojima Productions simplificou a jogabilidade. Você poderá escolher entre mira automática ou manual, fazendo com que a mesma torne-se bem mais natural, e aliando isso ao fato de que as câmeras agora são suas amigas e não o contrário (como os diversos problemas que tínhamos ao abaixar ou agachar, onde a câmera mais parecia enlouquecer) tudo fica bem mais interessante! E isso não é tudo, já que muito mais funções podem ser realizadas agora apertando bem menos botões! Afinal, você tem que ter mais tempo para apreciar o jogo e não o controle do seu Playstation 3.

É… Esse sim é um baita jogo a ser apreciado! A apresentação audiovisual do jogo é fabulosa! Das bobagens, como a poeira se movimentando junto ao vento, aos momentos de batalhas, sejam contra os demais soldados em tiroteios até os grande vilões, tudo em Metal Gear Solid 4 é belíssimo! As vozes e explosões são tão incríveis quanto suas imagens, e seus detalhes conseguem ser ainda mais impressionantes! Quartos de uma mesma construção nunca aparentam ser iguais, mostrando que até detalhes mínimos foram realmente observados.

Outras interessantes novidades são os brinquedinhos disponibilizados pelo velho amigo de Snake, Otacon, que mesmo apenas presente virtualmente (via Codec), sempre estará ajudando Snake com suas novas bugigangas. Dentre eles o pequeno robô conhecido como Metal Gear Mk (perfeito para reconhecimento à distância), o Solid Eye (Que servirá para os mais diversos propósitos como visão com zoom, visão noturna e informações de inteligência sobre inimigos), além de diversas armas! Assim ficará muito mais fácil completar as diversas missões do jogo, que poderão ser realizadas com uma vasta liberdade, por mais que sejam guiadas pelo enredo, graças ao estilo meio open-world do jogo. Você poderá visualizar o mapa a qualquer momento ao pausar o jogo, para assim planejar seus movimentos.

Agora, mesmo com tantas novidades e utilidades ao seu favor, é bom ficar esperto! As ruas da cidade não aparentam estarem mortas à toa! Helicópteros, tanques e tropas de patrulha estarão sempre circulando pela cidade em certos momentos do jogo. Se você conseguir manter um estilo realmente espião (stealth) será bem melhor! É bom que você fique fora do alcance dos inimigos o máximo que você puder, seja se escondendo em portões ou pontes, atravessando telhados ou movendo-se de prédio em prédio o mais escondido possível! Ainda bem que existem ainda mais aparatos para auxiliar Snake! Um bom exemplo é um óleo que você terá a sua disposição, perfeito para ver um strike de oponentes, suficiente para que você possa escapar. O outro exemplo é extremamente mais high-tec, o OctoCamo, a já famosa camuflagem que imita a superfície na qual Snake se encontra por alguns segundos. Ela não funciona tão bem contra adversários que cheguem muito perto, mas é uma senhora mão-na-roda para diversos outros momentos.

Em se tratando de combate, o tiroteio agora funciona muito melhor do que o que foi visto anteriormente nos demais games da franquia. Você agora terá uma arma que poderá ser customizada, para aproveitar ao máximo a diversão ao atirar. Logo na metade do primeiro Ato do jogo, você encontrará Drebin 893, um negociador de armas já visto nos trailers do jogo. Pois bem, esse “figura” faz um acordo com Snake, permitindo que você desbloqueie o sistema de armas controladas por ID, derrubadas por adversários, (enquanto isso não for feito, você não poderá utilizá-las) e também que você possa trocar tais armas por “Debrin points”, um tipo de “moeda” que poderá ser utilizada para customizar as armas ou para comprar munição. Com esse “negociador-mercenário-aliado”, será possível fazer diversas modificações em suas armas, e antes mesmo que seja possível perceber, você sempre estará indo e vindo ao encontro dele para adicionar novidades às suas armas.

Daí, depois que você tiver um arsenal mais respeitável, será possível enfrentar mais PMCs, seja acabando com eles de forma humilhante (a uma curta distância) ou usando um ataque com um mortar (aquele lança-granadas utilizado em filmes de guerra, onde os soldados jogam a granada dentro dele e depois cobrem o rosto,virando o mesmo, no momento do disparo) para acabar com eles à distância. Claro que é possível avançar em Metal Gear Solid 4 sem a necessidade de combates, mas que a vontade vai aumentando depois de certos acontecimentos, isso é inegável! Um exemplo desses acontecimentos é o encontro com a Rat Patrol (do inglês livre, a Patrulha Rato), uma equipe que irá auxiliá-lo no game, liderada por ninguém menos que Meryl Silverburgh (ela mesma, de Metal Gear 1!!!). Ela e sua equipe são soldados melhorados por “nano máquinas” e são capazes de feitos incrivelmente sincronizados, graças à comunicação dessas nano máquinas! Até que você possa colocar as mãos nesse game fantástico, tente imaginar a feição de Snake ao reencontrá-la e a dela ao ver o rosto incrivelmente envelhecido de Snake!

Ah sim! Snake é humano! Não se esqueça desse detalhe, pois o jogo sempre estará te lembrando disso quando você vacilar! O sistema e dano contra com belíssimas animações, que mostram o quão humano nosso protagonista é, acima de tudo. Ao sofrer um certo tipo de dano, poderemos ver Snake com a mão nas costas para demonstrar dor e um outro vacilo numa mesma área pode significar a morte dele! Você também deverá ficar de olho nas barras de Psyche e Stress que refletem, respectivamente, a reação mental dele ao combate e os fatores físicos (uma grande reação de stress podem levá-lo a uma frenesi de combate que melhoraram sua precisão e defesa, mas que infelizmente serão seguidas de níveis de cansaço absurdos, podendo levá-lo a um colapso nervoso! [lê-se, morte!]). Vários exemplos no jogo poderão mostrar o quanto tais barras podem ser alteradas, como no momento em que Snake encontra os membros da Rat Patrol, quando eles são atacados pelas tropas de Haven (lembra dele, o gigante que pilota o tanque e a grande metralhadora em Metal Gear 1?), conhecidos como Frogs (sapos), guerreiros modificados geneticamente, com agilizada melhorada e alto poder de fogo!

Inimigos com pouca I.A.? Vá sonhando! Os adversários em Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots irão rolar, flanquear, esquivar e jogarão granadas, se isso for o melhor caminho para acabar com você! É uma guerra e os inimigos utilizarão os meios que estiverem em seu alcance para acabar com a ameaça para eles, ou seja, você! E tudo isso não é nada comparado aos “chefões”! Como diriam os americanos, ao encontrá-los, “You’re going down!” (da tradução mais simples para essa expressão, “cê vai cair!” ou “cê vai se dar mal!”), então fique pronto para ralar muito para vencê-los!

Tudo em Metal Gear Solid 4 é uma nova surpresa, mostrando que a Kojima Productions não estava brincando com todo esse tempo de atraso até finalmente marcar o lançamento do jogo. Cada cantinho do jogo mostra uma inovação (como o flashback, um mini-game opcional onde você poderá entrar num mini-game para relembrar de ainda mais detalhes sobre algum personagem que já foi visto em algum outro game da série). Até os detalhes das missões, que aparecem antes mesmo delas começarem, são momentos que chamarão atenção, principalmente se você quiser ficar inteirado com todos os detalhes dessa incrível franquia. Gráficos, sons, jogabilidade, opcionais, TUDO em Metal Gear Solid 4 é novo ou inovador (sinônimos para a perfeição que esse game acabou se tornando!).

Ter um Playstation 3 e não ter esse jogo é desperdiçar o fato de ter um aparelho como o Playstation 3 (traduzindo, VOCÊ TEM QUE TER ESSE GAME!!!). Digo isso sem exageros… Agora, é agüentar a tortura que será esperar até o lançamento.

Ficha do jogo

Plataforma: Playstation 3
Data de lançamento: 12/06/2008
Distribuído por: Konami
Desenvolvido por: Kojima Productions
Gênero: Ação
ESRB Rating (censura): Mature (a partir dos 17 anos)
Expectativa: 10,0/10,0


Responses

  1. Já o finalizei 10 vezes. É ótimo!!!!!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: